Funcionario hotel Foto Marcos Labanca
Dados do Ministério do Trabalho mostram a importância dos dois setores para o desenvolvimento iguaçuense

A hotelaria e a gastronomia contribuem para a geração de grande parte dos empregos em Foz do Iguaçu. Os dois segmentos colaboraram diretamente para o saldo positivo na estatística oficial do município em 2017, revela o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. 

A cidade registrou 25.104 admissões e 24.729 demissões, obtendo saldo positivo de 375 vagas no geral. A força do turismo é evidenciada num olhar à parte sobre “serviços”. Só esse grupo teve saldo de 695 vagas; destas, 386 são da hospedagem e alimentação (7.270 admissões menos 6.884 demissões). Ou seja, a média geral baixou devido ao desempenho de outras atividades econômicas, como construção civil.

Vale citar ainda que, em 2016, em plena crise econômica e política nacional, a hotelaria e a gastronomia iguaçuense registraram 6.721 admissões e 7.269 demissões, computando saldo negativo de 548 vagas.  Em outras palavras, os setores saíram de um cenário bem adverso para um cenário positivo, demonstrando grande capacidade de recuperação. 

Para o presidente do Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Foz do Iguaçu e Região), Neuso Rafagnin, as centenas de contratações de trabalhadores no ano passado são resultado de constantes investimentos dos empresários em construções, ampliações e reformas dos equipamentos, bem como na excelência de serviços e produtos.

“Em 2017, a hotelaria e gastronomia tiveram desempenho na contramão da crise no país. Empresários iguaçuenses têm investido pesado para o crescimento da cidade, com geração de emprego e renda”, afirma Rafagnin. Ele destaca, por exemplo, as recentes inaugurações do Bourbon Foz do Iguaçu Business e o Ibis Budget. Isso sem falar no Mabu Blue Park, que será inaugurado em breve.

Indústria – O turismo é a principal indústria de Foz do Iguaçu. A cidade possui cerca de 180 meios de hospedagem e 28 mil leitos. Ressaltam-se ainda 200 estabelecimentos gastronômicos com interesse turístico. Juntos, hotelaria e alimentação empregam por volta de 11 mil pessoas diretamente, além de gerar milhares de empregos indiretos.

emprego 2017 ok

Fale Conosco

  • Alameda Cecília Meireles, 637
    Jardim Central
  • (45) 3027-1836
  • (45) 9921-1845

Entre em Contato

Nos encontre nas Redes Sociais

Quem Somos

A nossa equipe é formada por:

  • Diretor-executivo: Plácido José de Oliveira
  • Assessora de Diretoria:
    Luci Roberto
  • Administrativo: Maria Paola Faccini
  • Auxiliar: Célia Martins
  • Comunicação: Alexandre Palmar