Home »

10 de Junho: Aniversário de Foz do Iguaçu, 108 anos de história, território turístico

10 de Junho: Aniversário de Foz do Iguaçu, 108 anos de história, território turístico

 

Foz do Iguaçu está de aniversário, 108 anos de muitas histórias, uma cidade atípica em vários setores, por ter uma das Novas 7 Maravilhas da Natureza, as Cataratas do Iguaçu, eleita por votação em concurso realizado pela fundação suíça New Seven Wonder. Temos o segundo maior pólo de atrações turísticas do Brasil, e ainda fazemos fronteira com mais dois países, Paraguai e Argentina.

Em 2009 foi eleita pelo Ministério do Turismo, como o melhor Destino Turístico do Brasil entre localidades do interior, e ainda leva o ranking de terceiro polo hoteleiro do país. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (EMBRATUR) e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), em 2006, 2007 e 2008, Foz do Iguaçu foi considerada no segmento “Lazer”, o 3º destino mais visitado por turistas estrangeiros, atrás apenas do Rio de Janeiro e Santa Catarina.

Mas para chegar neste posto à cidade passou por vários ciclos, Ciclo da extração da madeira e cultivo da erva-mate (1870-1970). Mas a atividade que desenvolveu Foz do Iguaçu foi o Ciclo de Itaipu (1975-1985), Ciclo de Exportação e Turismo de Compras (1985-1995), proporcionado pela Zona de Livre Comércio em Cidade do Leste/PY.

E assim foi surgindo aos poucos, Foz do Iguaçu com ar de cidade cosmopolita. Brasileiros que se aventuraram em descobrir um novo território e aportaram na Terra das Cataratas. Não somente gaúchos, catarinenses, nordestinos, mas também outros povos que buscaram a cidade Iguaçuense para desenvolver negócios e formar famílias, surgindo assim uma grande miscigenação de etnias, são mais de 80 nacionalidades convivendo pacificamente na região das Três fronteiras.

O que era uma colônia militar, chamada Vila Iguassu, hoje é Foz do Iguaçu, a sétima maior cidade do Paraná, com uma população de 258.532 moradores, de acordo com estimativas do IBGE de 2019.

Diariamente desembarcam no aeroporto internacional, visitantes brasileiros e estrangeiros, que têm um enorme respeito pela natureza, representada pela diversidade da fauna e flora e pela majestosa Cataratas do Iguaçu.

Do comprista ao turista

A cidade que durante anos recebeu os “compristas” vindo em comboio de todos os cantos do Brasil, não aquecia o comércio local, apenas o Paraguai. Os compristas atravessavam a fronteira e deixavam milhares de dólares em Cidade do Leste e retornavam no mesmo dia para a cidade de origem.

Hoje o turismo de Foz é um dos mais diversificado e segmentado. Oferecendo turismo de compras, aventura, religioso, náutico, e de conhecimento. Mesmo com o contratempo da pandemia da COVID-19, a cidade está pronta para recomeçar e enfrentar mais um ciclo, dessa vez com muito mais energia.

“Foz do Iguaçu é uma cidade maravilhosa, o mundo se encontra aqui, todas aquelas pessoas que vem a Foz, seja para trabalhar, ou fazer turismo, se encantam com o destino, existe uma energia impar que conquista, atraí, e faz com que as pessoas se encantem pela cidade, por mais que alguns vão embora, sendo moradores ou turistas, eles sempre terão vontade de retornar a Foz, porque a sensação é maravilhosa, e o impacto que temos quando descemos do aeroporto, ou qualquer outro meio, jamais esquecemos. Foz do Iguaçu está nos corações de todas as pessoas que aqui visitam”. Finalizou Marcelo Martini, presidente do Sindhotéis.

(Assessoria de Comunicação Sindhotéis, jornalista – Ismael Filadelphi).

Facebook
Google+
Twitter

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO