Noticias

Aulas da Escola Nacional de Turismo terão início em abril


Deputado Vermelho afirma que R$ 3 milhões já estão empenhados, garantindo o início das aulas em parceria com Unioeste e Sindhotéis

O deputado federal Vermelho esteve reunido, na manhã dessa quarta (29), com dirigentes do Sindhotéis e da Unioeste para tratar da implantação da primeira escola de turismo do Brasil, que será em Foz do Iguaçu.



A escola funcionará no Centro de Capacitação Sindhotéis. Os cursos serão ministrados pelo corpo docente da Unioeste, e as aulas deverão ter início no mês de abril. “Esta escola é fruto de muito trabalho que resultou nessa grande parceria entre governo federal, Unioeste e Sindicato de Hotéis”, disse Vermelho.

“Abraçamos essa causa no início do mandato com muita energia e determinação. Conversamos muito com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que sabe da importância de Foz do Iguaçu e tem atendido nossos pleitos”, acrescentou o deputado. O Brasil terá mais quatro escolas como essa. A de Foz do Iguaçu está garantida. “Os recursos, no valor de R$ 3 milhões, já estão empenhados. A Unioeste prepara a grade curricular, o planejamento e a implantação dos cursos”, frisou o parlamentar.

“O ministro Marcelo Álvaro Antônio me disse que a ideia é criar um modelo de escola referência para o turismo no Brasil, inspirada nas demandas contemporâneas do setor e oferecendo disciplinas técnicas em nível acadêmico baseadas em inovação e tecnologia”, afirmou o deputado.

Vermelho agradeceu a diretoria do Sindhotéis por ter cedido o espaço físico do centro de formação, onde a escola funcionará. “Aqui existe uma estrutura completa, com diversas salas, cozinha industrial de primeiro mundo e até um apartamento bem dimensionado. É aqui que os jovens e adultos serão capacitados para trabalhar na rede de hotéis e restaurantes, que precisam de mão de obra especializada para atender bem os turistas”, explicou Vermelho, ao percorrer o espaço juntamente com o presidente, Neuso Rafagnin, e demais lideranças.

Uma grande conquista


“Finalmente vamos ter uma escola-modelo em turismo, que vai formar profissionais para atender às demandas do setor, com base em conceitos contemporâneos frente às mudanças tecnológicas. Nós estamos felizes em poder contribuir com a implantação dessa escola”, destacou o presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin.

O secretário de Turismo, Gilmar Piolla, agradeceu o empenho do deputado e declarou que essa escola “virá de encontro à Gestão Integrada do Turismo, que trabalha para transformar a cidade nesse case de sucesso”.

Representando o Comtur, Felipe Gonzalez frisou que a escola “chega em boa hora, no momento em que a cidade respira o turismo, quebrando sucessivos recordes de visitação. Nossa cidade é um dos grandes destinos do país, e nós temos orgulho de ter um representante em Brasília como o Vermelho”.

Instituto funcionará no Centro de Capacitação Sindhotéis – Foto Kiko Sierich

Unioeste elabora plano de aplicação dos recursos

O professor da Unioeste, Paulo Wolff, disse que sua equipe está fazendo o planejamento dos cursos e o plano de aplicação dos recursos. Ele acredita que os trabalhos estarão concluídos em março para as aulas terem início em abril.

“Estamos animados porque esse projeto integra, mais do que nunca, a universidade com a sociedade, com o empresariado. Fico muito orgulhoso de estarmos participando desse projeto. As regiões Oeste e Sudoeste do Paraná e o Brasil vão crescer muito”, apostou.

Wolff agradeceu o deputado Vermelho e os ministérios de Educação e Turismo pela confiança na universidade e espera que essa parceria seja uma referência no país. “Além de cumprir o papel de formar bons cidadãos, iremos desenvolver um trabalho social. O turismo tem um potencial muito grande, principalmente em Foz do Iguaçu”, acrescentou o professor.