confere Noticias

Conferência de Turismo acontece neste sábado 29 de junho


Se o turismo é fundamental para Foz do Iguaçu, o que falta para que os moradores da cidade também pensem assim? Esta é a resposta que deverá resultar da 1ª Conferência Municipal de Turismo, neste sábado (30), a partir das 8 horas, no Centro de Convivência Érico Veríssimo (Jardim São Paulo).

Na conferência, os resultados de 40 encontros com a comunidade serão defendidos por 57 delegados. As pré-conferências, realizadas desde 25 de abril em entidades de classe, empresas, escolas e associações de moradores, tiveram a participação de mais de 800 pessoas, que debateram a questão do trabalho e renda, infraestrutura, imagem do destino e outros temas.

Além da comunidade, participam do encontro deste sábado representantes da Secretaria Municipal de Turismo, Conselho Municipal de Turismo (Comtur), Fundo Iguaçu, Iguassu Convention & Visitors Bureau, Itaipu Binacional, Instituto Polo Iguassu e outras instituições.

Organizada pelo Instituto Polo Iguassu, a pedido do Comtur e da Secretaria Municipal de Turismo, a conferência resultará num documento final que servirá para nortear as políticas públicas de turismo, segundo o secretário Felipe González.

Perto da realidade

O secretário afirma que a intenção é “trazer a população para mais perto da realidade do turismo, para entender o que o turismo gera em economia e renda”. A dificuldade de se compreender isso é que o morador muitas vezes nem percebe os visitantes.

 

“O turista desembarca no aeroporto, vai para o hotel, visita os atrativos, o comércio do outro lado (Paraguai) e, quando muito, vai à Avenida Brasil. Quem trabalha em farmácia, loja ou supermercado nem enxerga o turista”, diz González. No entanto, o turismo é vital para a economia da cidade, gerando um em cada quatro empregos do mercado formal e informal. Por isso, é preciso que haja “uma massa crítica positiva em relação ao setor”, conclui.

Transporte e sensibilização

A coordenadora de gestão do Polo Iguassu, Fernanda Fedrigo, diz que nas pré-conferências dois aspectos já apareceram muito nas discussões: a necessidade de melhoria do transporte público, tanto para os turistas quanto para os próprios moradores, e de se adotar um programa de sensibilização turística nas escolas.

 

Fernanda acredita que duas semanas depois da conferência já estará pronto o documento final, com as 50 principais propostas da comunidade. O documento será utilizado pela prefeitura para criar uma política municipal de turismo.

O secretário Felipe Gonzalez informa que as conferências municipais de turismo serão a cada dois anos. A próxima já está marcada para o primeiro semestre de 2014, quando haverá uma avaliação do que foi feito pelo Comtur com base nesta primeira conferência e quais as etapas seguintes.

Programação da conferência

08h – Credenciamento

08h30 – Abertura e Explicação da Metodologia

09h30 – Debater por eixos:

Eixo I – Trabalho e Renda

Eixo II – Infraestrutura e Grandes Eventos

Eixo III – Imagem do Destino

Eixo IV – Institucionalidade e Gestão

Eixo V – O turismo e a Cidade

12h30 – Almoço

14h – Retomada dos Trabalhos e Debater por Eixos

16h – Entrega dos Relatórios

16h30 – Plenária final

18h – Encerramento

confere


Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *