Home »

Entidades acionam promotoria para conclusão de trincheira

Entidades acionam promotoria para conclusão de trincheira

IMG 7823-3 -640x426

IMG 7823-3 -640x426
Dezessete entidades da sociedade civil organizada protocolaram uma petição na 6ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu solicitando uma ação legal para a conclusão da trincheira na BR 277 com a Avenida Paraná. O documento foi entregue nesta terça-feira, 24, ao promotor Marcos Cristiano Andrade. A iniciativa faz parte do Movimento Pró Conclusão da Trincheira da Av. Paraná desencadeado no mês de janeiro. Um protesto na obra inacabada já foi realizado e uma nova manifestação está marcada para o próximo sábado (28), às 10 horas.

A petição reivindica medidas efetivas do Ministério Público Estadual contra o Governo do Estado, responsável pela realização da obra através do DRE-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná). O objetivo é a retomada imediata da construção e, principalmente, a conclusão da obra. O promotor irá analisar os documentos e prometeu dar retorno às entidades. “É louvável que a sociedade se organize e lute por aquilo que é legítimo e lícito”, disse.

Conforme o documento, três anos atrás, o anúncio da construção da trincheira na BR 277 com a Avenida Paraná encheu os iguaçuenses de esperança. No entanto, as paralisações resultaram em adiamentos da inauguração. Hoje “a população, totalmente transtornada e indignada, perdeu a paciência diante dos sucessivos atrasos e graves consequências”, alerta a petição assinada por 17 entidades.

O requerimento tem como anexo a cópia do contrato número 038/2013 firmado entre DER e o Consórcio Venetto – Itaúba, assim como cópias de aditivos e detalhes do Processo de Compra emitido pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná. “A cidade não pode continuar pagando o preço do descaso do poder público, seja da esfera municipal, estadual ou federal”, destacam as entidades em outro trecho do pedido.

Relação – A petição é assinada pela Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI), Associação dos Arquitetos, Agrônomos e Engenheiros (AEFI), Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (Codefoz), Conselho Municipal de Turismo (Comtur), Fundo Iguaçu, Iguassu Convention & Visitors Bureau, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Sindicato da Indústria da Construção Civil da Região Oeste do Paraná (Sinduscon) e Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Sescap).

Também engrossam o alerta o Sindicato das Empresas de Turismo (Sindetur), Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade (Sincofoz), Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares (Sindhotéis), Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas), Sindicato dos Eletricitários, Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi), Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção do Oeste do Paraná (Acomac Oeste PR) e Associação dos Moradores da Vila A.

(ACIFI)

Facebook
Twitter

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO

Workshop de Segurança de Alimentos

Nesta sexta (14), aconteceu no Sindhotéis, o workshop de Segurança de Alimentos, onde 30 participantes ligados a hotelaria e gastronomia, participaram.  A nutricionista Suyan Alexandre

LEIA MAIS

“Não é Não”

“Não é Não”, destinado a prevenir o constrangimento e a violência contra a mulher em ambientes nos quais sejam vendidas bebidas alcoólicas, como casas noturnas,

LEIA MAIS