Home »

Feriados no Paraguai e Argentina apontam novo nicho ao turismo de Foz

Feriados no Paraguai e Argentina apontam novo nicho ao turismo de Foz

Dia das mães nos dois países movimentou estabelecimentos comerciais da cidade

As datas comemorativas e os feriados no Paraguai e Argentina têm garantido um impulso no movimento de cantinas, churrascarias e restaurantes em Foz do Iguaçu. Os dias das mães no Brasil e no Paraguai são exemplos do retorno desse nicho na tríplice fronteira. “Nos dois finais de semana, tivemos a cidade com um movimento acima do esperado. As festas locais também estão trazendo um novo impulso”, disse o prefeito Chico Brasileiro.

A churrascaria Rafain recebeu, no Dia das Mães do Brasil, mais de 1,8 mil pessoas para o almoço. O mesmo movimento foi constatado no Dia das Mamás do Paraguai. Mais de 80% da clientela no almoço do último domingo (15) era formada por paraguaios.

“Feliz é a cidade que pode comemorar o dia das mães do lado brasileiro num dia e na outra semana, o dia das mamás no Paraguai”, disse o empresário Neuso Rafagnin, do grupo Rafain. Após às 13h, filhos, pais e mães, esperava em fila por uma mesa na casa, lembrando os bons tempos de pico no movimento.

Os estabelecimentos do lado brasileiro da fronteira já planilharam as datas e feriados argentinos e paraguaios e as vendas, com mostras, folheteria, souvenires e até degustação, expostos em feiras como a Expo Santa Rita que terminou no último domingo na cidade paraguaia a 74 quilômetros de Foz do Iguaçu.

“A retomada do turismo já é uma realidade na fronteira e com as datas comemorativas do Paraguai e da Argentina. Isso aquece ainda mais a economia como verificamos neste último final de semana com os dias das mães no Paraguai”, disse o presidente do Sindicato de Hotéis (SindHotéis), Marcelo Martini.

“As churrascarias e os restaurantes de Foz do Iguaçu tiveram um movimento além do esperado com os paraguaios que vieram em massa. Os mercados paraguaio e argentino são de suma importância e formam um dos tripés da retomada do turismo da fronteira”, completa Martini.

Datas especiais – A visitação nos atrativos turísticos também acompanhou o movimento no comércio. O Parque Nacional do Iguaçu recebeu 21.012 visitantes na duas datas estendidas (de sexta-feira a domingo). Além das Cataratas do Iguaçu, o parque tem um restaurante para almoço. Outro atrativo da mesma concessionária, o Marco das Três Fronteiras, recebeu 6.326 visitantes no período. O marco abre às 15h e seu restaurante serve à la carte após esse horário.

Os operadores brasileiros já listaram oito feriados paraguaios e 12 argentinos que podem ser trabalhados no segundo semestre. “Mostramos as experiências gastronômicas e a hotelaria do grupo. Em Santa Rita, apesar da chuva muito forte, fizemos uma quantidade considerável de contatos”, disse Debura Carvalho de Aquino, agente comercial do grupo Via Morello e Rafain.

“A meta agora é visitar as feiras rurais que acontecem no Paraguai. Tem muito a oferecer como diferencial desde o rodízio de massas e espaço kids no restaurante, o que tem interessado às famílias, com a possibilidade de fazer a festa dos pequenos e oferecer um belo jantar aos pais dos convidados”, completou Debura Aquino.

Região – Além do Paraguai e Argentina, os operadores às feiras nas cidades da regionais do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo. As incursões já estão planificadas. “O turismo rodoviário continuará forte nos próximos 12 meses é fundamental oferecer novamente o destino e as atrações da tríplice fronteira”, disse o secretário Paulo Angeli (Turismo, Projetos Estratégicos e Inovação).

(AMN).

Facebook
Google+
Twitter

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO