rafain_palace_13 Noticias

Foz do Iguaçu prevê ocupação de 81% dos leitos no feriado de Páscoa


A rede hoteleira de Foz do Iguaçu deve registrar boa ocupação no próximo feriado prolongado, em abril. Pesquisa realizada pelo Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares) revela que 81% apartamentos dos estabelecimentos consultados estão reservados.

O levantamento leva em conta as reservas feitas em 28 meios de hospedagem para a Sexta-Feira Santa (6), Sábado de Aleluia (7) e Domingo de Páscoa (8). Vale destacar que o estudo é uma amostra da procura entre os hotéis iguaçuenses, visto que a cidade tem 112 hotéis de diferentes padrões.

O presidente do Sindhotéis, Carlos Silva, reforça que o feriado de Páscoa é uma das principais datas do calendário turístico do município. “Historicamente é o feriadão com mais turistas na cidade, que movimentam a hotelaria, a gastronomia e os atrativos, entre outros setores da economia local e regional”, informou.

E justamente por ser um feriado movimentado é preciso comprar antecipadamente o ingresso para os atrativos turísticos. Os bilhetes ao Parque Nacional do Iguaçu e Itaipu Binacional podem ser adquiridos pelos sites www.cataratasdoiguacu.com.br e www.turismoitaipu.com.br. Também é recomendável agendar o melhor horário para fazer compras no Paraguai e na Argentina.

Estudo – Segundo a pesquisa, os hotéis de quatro estrelas registram a maior procura, com 88% dos quartos a ser ocupados durante os dias do feriado religioso. Em seguida aparecem os duas estrelas, com índice de 84%. As empresas de três estrelas e cinco estrelas vêm na sequência, com ocupação de 79% e 73%, respectivamente.

A designação de estrelas é meramente figurativa, e representa uma similaridade com o padrão do Ministério do Turismo, para fins de ilustração. Para ter a classificação “estrela” o hotel tem que se ajustar as normas e se credenciar junto ao Ministério do Turismo.                   

Em relação à origem dos hóspedes, a consulta do Sindhotéis mostrou que a maioria (61%) é brasileira em todos os estabelecimentos. Os argentinos correspondem a 23% das reservas. Depois disso a origem dos hóspedes é diluída entre várias nacionalidades.

CLIQUE AQUI PARA VER A PESQUISA COMPLETA.


Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *