Home »

Lançada nova linha de crédito para micro e pequenas empresas

Lançada nova linha de crédito para micro e pequenas empresas

As micro, pequenas e médias empresas que necessitem financiar projetos relacionados aos eventos esportivos da Copa das Confederações 2013 e da Copa do Mundo FIFA 2014 contam agora com uma nova linha de crédito lançada especificamente para essa finalidade, com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Trata-se do FAT Turismo, lançado hoje (17) pelo Banco do Brasil, que disponibilizará R$ 500 milhões de crédito para as modalidades capital de giro e investimento.

“Além de permitir acesso ao recurso financeiro, o FAT também contribuirá na qualificação e em outras necessidades das pequenas empresas, que compõem grande parte da cadeia produtiva do turismo, para que possam se preparar bem para os grandes eventos que o país vai abrigar a partir do próximo ano”, disse o secretário executivo do Ministério do Turismo, Valdir Simão, que representou o ministro Gastão Vieira.

O secretário lembrou ainda que a economia do turismo está em aquecimento e que o governo tem elaborado uma série de medidas para estimular ainda mais o crescimento e a competitividade no setor, como investimento em qualificação; melhoria na regulamentação da atividade turística e do ambiente de negócios; além da inclusão da hotelaria no Plano Brasil Maior. “Estamos buscando agora contemplar as agências de viagens e os parques temáticos nesse conjunto de medidas de estímulo à economia nacional”, afirmou.

De acordo com o vice-presidente de Governo do Banco do Brasil, César Borges, o turismo se faz não apenas com grandes eventos, mas também com apoio aos empreendedores. “O setor tem tido cada vez mais participação no PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro”, lembrou.

Fruto da articulação do Banco do Brasil com os ministérios do Turismo e do Trabalho, o FAT Turismo foi aprovado pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) no final do ano passado. A linha será comercializada, inicialmente, com exclusividade pelo Banco do Brasil, com taxas de juros a partir de 4,5% ao ano, mais TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo), equivalente a 0,82% ao mês, para as empresas com faturamento bruto anual de até R$ 25 milhões.

Para a modalidade capital de giro, o valor financiável pode chegar ao teto de R$ 500 mil, com prazo de pagamento de até 36 meses. Já para investimentos, os financiamentos podem alcançar R$ 1,5 milhão, em 84 meses.

Entre os itens financiáveis, a linha contempla veículos e embarcações para transporte de pessoas, para aos estabelecimentos em situação regular no Cadastur (Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos) do Ministério do Turismo. Também é destinada também para capacitação de pessoal em qualidade de serviço, atendimento e língua estrangeira; máquinas e equipamentos e desenvolvimento de sites para implantação de softwares.

“Os eventos mundiais vão deixar um legado tangível que é a percepção da imagem do país. Por isso, é importante deixar claro não apenas a imagem do Brasil como o país do povo hospedeiro, mas também a de um povo empreendedor”, disse Valdir Simão.

O lançamento do FAT Turismo também marcou as comemorações do 5 de outubro, Dia da Micro e Pequena Empresa.

 

Facebook
Google+
Twitter

HOSPEDAGEM

GASTRONOMIA

MOTÉIS

LAZER