Noticias

Qualidade na Taça abre inscrições para treinamento online


Foz do Iguaçu está entre as 32 cidades brasileiras contempladas. Os cursos online são gratuitos para os estabelecimentos do setor de bares e restaurantes. Em Foz, Sindhotéis é parceira da capacitação.

Cada estabelecimento pode inscrever 02 participantes para realizar os cursos online e presencial. E, os demais colaboradores podem ser inscritos para realizar o curso online.

Programa visa qualificar o atendimento, ampliar a cultura do vinho e a comercialização dos produtos vinícolas nacionais junto aos pequenos negócios. Serão disponibilizadas 4,1 mil vagas gratuitas

Estão abertas as inscrições para o treinamento online do programa Qualidade na Taça, realizado pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), por meio do convênio de Valorização dos Vinhos Brasileiros. O curso gratuito é direcionado aos profissionais de alimentação fora do lar e, de forma inédita, às pessoas interessadas em empreender no setor e ampliar seus conhecimentos sobre o mercado vinícola nacional. As matrículas devem ser feitas no site qualidadenataca.vinhosdobrasil.com.br.

Estão sendo disponibilizadas 3,5 mil vagas para trabalhadores e potenciais empreendedores de qualquer lugar do Brasil e outras 600 vagas exclusivas para profissionais que atuam em bares e restaurantes – estes têm também aulas presenciais – de 32 cidades turísticas (veja relação abaixo), em oito estados brasileiros (Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo), além do Distrito Federal.

O treinamento online iniciou em  20 de março, e cada participante tem até 30 dias para concluí-lo, a partir da data de matrícula. As oito horas de qualificação são divididas em oito vídeo-aulas, com metodologia própria, que tem curadoria da sommeliére Silvia Mascella Rosa. O aluno pode acessar o conteúdo nos dias e horários de sua preferência. Ao final, o participante recebe um certificado de conclusão do curso online caso assista mais de 70% das vídeo-aulas, realize todos os quizzes e atinja, pelo menos, 70% de desempenho.

Presencial
Além da formação online, o programa também irá oportunizar gratuitamente treinamentos presenciais para os 600 profissionais de bares e restaurantes que assistirem as vídeos-aulas. O aprimoramento será realizado em dois turnos que, juntos, somam oito horas de qualificação. Serão promovidos mais de 45 workshops, nas 32 praças turísticas dos oito estados brasileiros e do Distrito Federal. As aulas presenciais iniciaram na segunda quinzena de abril e seguem até outubro deste ano.

“O Qualidade na Taça busca ampliar a cultura e o conhecimento dos participantes sobre o setor e estimular novos estabelecimentos e profissionais a terem maior aptidão de trabalho com o vinho. Consequentemente, de forma consciente, também esperamos aumentar as comercializações de vinhos, espumantes e sucos de uva brasileiros no mercado interno junto aos pequenos negócios de alimentação fora do lar”, explica Oscar Ló, presidente do Ibravin.

O dirigente valoriza o apoio do Sebrae no projeto, que é realizado há cinco anos em parceria entre as duas instituições. Entre 2014 e 2016, 2,6 mil profissionais, de 1,3 mil estabelecimentos de 14 estados brasileiros, foram instruídos por consultores e sommeliers preparados com a metodologia do projeto.

“Estima-se que no Brasil existam 1,1 mil vinícolas, sendo que 90% delas são micro e pequenas empresas, e que cerca de 200 mil pessoas estejam envolvidas neste segmento. Alianças estratégicas dinamizam a nossa atuação e promovem a competitividade dos pequenos negócios de toda a cadeia”, salienta o presidente do Sebrae, João Henrique de Almeida Sousa.

Diego Bertolini, gerente de Promoção do Ibravin, explica ainda que nesta segunda fase do Qualidade na Taça, além das capitais, as capacitações presenciais serão desenvolvidas em municípios turísticos.

“Construímos a relação das cidades contempladas em parceria com as unidades estaduais do Sebrae, com o objetivo de valorizar o vinho brasileiro em regiões turísticas. Queremos desenvolver o vinho nacional com a gastronomia local. Os empresários serão beneficiados com uma comercialização maior e a valorização da enogastronomia do país”, pontua.

Ceará
– Aquiraz
– Fortaleza

Distrito Federal
– Brasília

Mato Grosso do Sul
– Bonito
– Campo Grande

Minas Gerais
– Belo Horizonte
– Diamantina
– Ouro Preto
– São João del Rei
– São Lourenço (Circuito das Águas)
– Tiradentes

Paraná
– Curitiba
– Foz do Iguaçu
– Maringá
– Morretes

Rio de Janeiro
– Búzios
– Parati
– Rio de Janeiro

Rio Grande do Sul
– Bento Gonçalves
– Canela
– Flores da Cunha
– Garibaldi
– Gramado
– Nova Petrópolis

Santa Catarina
– Balneário Camboriú
– Caçador
– Florianópolis
– Garopaba
– São Joaquim
– Treze Tílias
– Urussanga

São Paulo
– São Paulo


Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *