Home »

Um convite para a formalização

Um convite para a formalização

Lei da Hospedagem-web


Lei da Hospedagem-web
Nova lei convida pousadas, albergues/hostels, pensões e hospedarias a entrar na indústria do turismo


Os pequenos e médios meios de hospedagem agora têm uma forma mais acessível para entrar na indústria do turismo. Uma recente novidade na legislação iguaçuense dá condições para pousadas, albergues/hostels, pensões e hospedarias saírem da condição de invisíveis e entrarem no mercado pela porta da frente do Destino do Iguaçu.

A Lei Municipal 4.306 cria uma regulamentação simples para o registro e funcionamento de estabelecimentos que hoje enfrentam dificuldade para ingressar na economia formal. Com ela, os empreendimentos poderão aproveitar as oportunidades para expandir os seus negócios disponíveis para quem está dentro da lei.

Além de beneficiar os estabelecimentos, a inclusão dos empreendedores fortalece a imagem positiva do Destino Iguaçu. Afinal Foz possui um dos maiores parques hoteleiros do Brasil, reconhecido pela excelência na infraestrutura, serviços e atendimento.  A cidade conta com 176 meios de hospedagem e 27,5 mil leitos. Por que ficar à margem deles?

Um convite para a formalizaçãoPensando no fortalecimento do setor, o Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares) presta assistência para os interessados em ingressar na chamada Lei da Hospedagem. “A nossa equipe de funcionários está à disposição para esclarecer dúvidas sobre como obter o alvará”, informa o presidente da entidade, Carlos Silva.

Fique por dentro da Lei da Hospedagem
De forma objetiva e simples, a nova legislação relaciona documentos necessários para obter o registro do estabelecimento. Indica ainda algumas regras específicas para cada tipo de hospedagem, visto que pousadas, albergues/hostels, pensões e hospedarias têm características diferentes entre si.

Um aspecto importante da lei diz respeito à propaganda feita pelo estabelecimento. É essencial que cada empreendimento produza material publicitário (físico ou eletrônico) e identificação visual conforme o alvará. Uma pensão, por exemplo, não pode pintar uma fachada dizendo ser pousada, pois o hóspede não pode ser induzido ao erro.

Vale ressaltar que a Lei 4.306 está em vigor desde a sua publicação no Diário Oficial do Município, em 23 de dezembro de 2014. Ou seja, a prefeitura, mais cedo ou mais tarde, vai notificar e multar quem descumprir a regra. O empresário deve evitar aborrecimento e perda de dinheiro com penalidades ou até mesmo o fechamento da empresa.

Saiba as diferenças entre os estabelecimentos

Pousada:
empreendimento de característica horizontal, composto de no máximo 30 unidades habitacionais e 90 leitos, com serviço de recepção, de alimentação e de alojamento temporário, podendo ser em prédio único com até três pavimentos ou contar com chalés ou bangalôs.


Albergue/hostel:
estabelecimento de característica coletiva, com cozinha para uso comunitário, quartos e banheiros compartilhados ou não.


Pensão
: empreendimento que recebe hóspedes por períodos superiores a 15 dias, com serviços de alimentação, quartos e banheiros individuais ou compartilhados.


Hospedaria:
estabelecimento de hospedagem sem parâmetros predefinidos e classificação, no qual se alugam quartos ou vagas.

Facebook
Twitter

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO

City Bier Petiscaria

Rua Quintino Bocaiuva, 1088, Centro. Atendimento: De segunda à sexta – 16h às 00h | Sábado – 11h às 00h. Foz do Iguaçu, PR. www.facebook.com/citybierpetiscaria/?locale=pt_BR

LEIA MAIS