Home »

Café da Manhã dos hotéis de Foz, um atrativo a mais

Café da Manhã dos hotéis de Foz, um atrativo a mais

O café da manhã de muitos hotéis não é mais exclusividade para os hóspedes, é aberto ao público, basta fazer o agendamento e viver essa experiência

Um dos atrativos que ganha destaque em hotéis e pousadas de Foz do Iguaçu, conquista o olhar e principalmente o paladar dos hóspedes,  é o café da manhã, não importa a categoria, mas o café da manhã agrada a todos, principalmente o estrangeiro, pode ser estilo café colonial, com ampla variedade de pães, cucas, geleias, doces, bolos, frios, frutas da estação, sucos, ovos mexidos, e a famosa tapioca que já faz parte do cardápio do café do brasileiro, alguns ainda oferecem um mimo a mais, colocam cuscuz, avocado, torrada com abacate e ovos, e até salmão defumado. Tudo servido num ambiente aconchegante e acolhedor. Essa refeição torna-se uma experiência, pode se provar de tudo um pouco, e ter lembranças saborosas até as próximas férias.

O dejejum, principal refeição do dia, pode ser servido no famoso buffet, à la carte (serviço a mesa), ou café servido no quarto, o que proporciona um conforto a mais ao hóspede. O preparo dessa refeição conta com o trabalho de uma equipe engajada para fazer tudo de forma genuína e olhar atento de uma nutricionista que prepara o cardápio saudável e com bastante nutrientes.

As opções são muitas, desde o cardápio regional, aqui em Foz, pode ter sopa paraguaia e chipa (tradicional na fronteira), cueca virada, empanadas, e chás a base de mate, com identidade paranaense, tem o sofisticado, que serve uma taça de espumante, ovos Benedict, famosos nos Estados Unidos, vegetariano, vegano e sem esquecer quem tem intolerância à lactose ou celíacos.

Uma ideia que vem agradando aos hóspedes, é o famoso ‘brunch’, de origem britânica, uma refeição leve servida no horário entre o café da manhã e o almoço, pode ter ovos, bacon, panquecas, ‘cookies’, frios, ‘quiches’, vinhos e espumantes.

O café da manhã de muitos hotéis não é mais exclusividade para os hóspedes, é aberto ao público, basta fazer o agendamento e viver essa experiência. Um exemplo de sucesso desse segmento, é o café colonial do hotel SanJuan Tour, servido todas as quartas-feiras na parte da tarde, tudo supervisionado pela simpática empresária Iraci Sossela, com seus 88 anos, faz questão de olhar cada item servido no buffet. O espaço é disputado para reuniões e encontros, com delícias da região.

Outra experiência interessante é ter a oportunidade de fazer uma imersão ao mundo do café, conhecendo desde a planta até as variedades de grãos, isso é possível na Boutique do Café, do Wyndham Golden Foz Suítes, onde baristas experientes podem dar sugestões dos tipos de grãos e moagem, até mesmo como preparar o café.

O pós pandemia também fez o público local e regional aproveitar mais os espaços onde antes era frequentado somente por turistas, cafeterias, confeitarias, bombonieres, bares e restaurantes vem ganhando um consumidor mais exigente e com bom gosto.

Para Marcelo Martini – presidente do Sindhotéis, o café da manhã sempre foi ponto alto da hospedagem na hotelaria, “nos últimos anos os hotéis tem aperfeiçoado e buscado um segmento de perfil, alguns oferecem uma alimentação especial as pessoas com intolerância à lactose,  celíacos ou com diabetes, o dejejum em hotel é um ponto de referência, quando se visita um familiar ou amigo, onde é servido um café, usa-se a expressão, ‘você fez um café da manhã de hotel’,  o nosso café da manhã é rico e muito bem elaborado, essa refeição é impactante e os hotéis e pousadas sabem explorar com criatividade e variedade”.

(Assessoria de Comunicação Sindhotéis).

Facebook
Twitter

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ENVIE SEU CURRÍCULO

Workshop de Segurança de Alimentos

Nesta sexta (14), aconteceu no Sindhotéis, o workshop de Segurança de Alimentos, onde 30 participantes ligados a hotelaria e gastronomia, participaram.  A nutricionista Suyan Alexandre

LEIA MAIS

“Não é Não”

“Não é Não”, destinado a prevenir o constrangimento e a violência contra a mulher em ambientes nos quais sejam vendidas bebidas alcoólicas, como casas noturnas,

LEIA MAIS