Home »

Comtur completa 62 anos de história

Comtur completa 62 anos de história

O conselho foi instituído em 1960 e, na época, o presidente era o prefeito; atualmente, é eleito entre os seus membros

O Conselho Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu (Comtur), instituído em 1960, completa 62 anos nesta segunda-feira (30). Na época, o prefeito da cidade era Emílio Henrique Gomez, que tinha a função de presidente. Participavam do colegiado em torno de oito membros. Desde aquele ano, as funções não eram remuneradas e os serviços eram considerados relevantes. O mandato tinha duração de 2 anos, podendo ser reconduzido.

De lá para cá, o conselho teve algumas mudanças e denominações. Em 1977, passou a ter cinco membros designados pelo prefeito, com mandato de quatro anos, sendo permitida a recondução.

A sigla Comtur

Em 1987, permaneceram os quatro anos de mandato, passando para 17 membros efetivos. O presidente passou a ser o secretário municipal de Turismo e o colegiado recebeu a sigla de Comtur pela primeira vez.Em 1990, foram criados genericamente 11 conselhos municipais, entre os quais, o de Turismo e Desenvolvimento Econômico, com 13 membros. O presidente passou a ser eleito entre os conselheiros e o mandato voltava a ser de dois anos, sendo permitida a recondução.

No ano de 2001, com uma nova lei, vigente até hoje, o conselho passou a ter caráter consultivo, normativo e deliberativo e passou a ter 15 membros. Com os anos se passando, mais órgãos foram se integrando ao conselho. Atualmente, são 38 titulares e igual número de suplentes que compõem o colegiado.

Regimento Interno

Em 2006, foi aprovado o regimento interno do conselho, com o objetivo principal de formular e implementar a política municipal de turismo, visando criar condições para o aperfeiçoamento e o desenvolvimento sustentável da atividade turística no município. O mandato passou a ser de 1 ano, sendo permitida a reeleição por igual período.

Percepções

O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Foz do Iguaçu (Sindhotéis), Marcelo Antônio Martini, comentou sobre a trajetória do conselho. “O Comtur veio para dar voz às instituições do turismo e, em muitos momentos, no decorrer dos anos, deu um norte sempre com muita segurança aos destinos do setor na tríplice fronteira”.

Para Enio Eidt, presidente do Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu – Fundo Iguaçu, “o conselho sempre foi e sempre será importante na cidade; espero que continue trabalhando no futuro e principalmente que haja interesse de pessoas que queiram contribuir de forma altruísta neste processo, e que estejam dispostas a assumir a instituição”.

O presidente do Visit Iguassu e ex-presidente do Comtur por quatro mandatos, Felipe Gonzalez, destacou que “o Comtur é a representação das instituições de turismo de Foz do Iguaçu; uma verdadeira exemplificação da dedicação voluntária de pessoas que trabalham em prol de uma atividade turística cada dia melhor”.

Para Paulo Angeli, também ex-presidente do conselho por vários mandatos e secretário municipal de Turismo e Projetos Estratégicos, “o Comtur demonstrou, nos últimos anos, que é o grande fórum das questões turísticas do nosso destino; sempre que provocado, participou ativamente e mostrou a importância de decisões, projetos, estudos, para o desenvolvimento do segmento. Nosso conselho é reconhecido como um dos grandes do Brasil e então temos que reforçar, fortalecer e mostrar para todos o quanto o colegiado tem contribuído para o turismo da nossa cidade”.

“O Comtur exerce um papel fundamental para a atividade que é o carro-chefe da economia de Foz do Iguaçu, que é o turismo. Neste aniversário, meus votos são para que o conselho se fortaleça cada vez mais para seguir acompanhando e propondo soluções para o setor, contribuindo desta forma para o crescimento e o desenvolvimento de Foz do Iguaçu”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro.

Na opinião de Anatalicio Risden Junior, diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, “atuar lado a lado com entidades como o Comtur, que ajudam a desenvolver o turismo, a principal atividade econômica da cidade-sede da usina no lado brasileiro, faz parte do cumprimento da nossa missão institucional, de gerar desenvolvimento econômico e social para o Brasil e Paraguai. A Itaipu parabeniza esta importante entidade municipal por mais este aniversário, e reitera a sua disposição em apoiar ações que possam fomentar o turismo em Foz do Iguaçu.”

Segundo o presidente do Sindicato das Empresas de Turismo de Foz do Iguaçu (Sindetur) e vice-presidente do Comtur, Fernando Antonio Martin Maye, “o conselho é um fórum democrático onde todas as entidades ligadas direta ou indiretamente com o turismo se fazem presentes com voz e voto; o colegiado dá oportunidades para novas lideranças, e é um local onde todos podem trazer ideias, sugestões, reclamações, que logo são tratadas sempre com bom diálogo e participação efetiva. O conselho está de parabéns e agradeço pelo seu legado construído até agora; e que no futuro venham novas conquistas”, disse Fernando Martin.

Yuri Benites, gerente-geral do Complexo Turístico de Itaipu e presidente do Comtur, acrescentou que “é uma enorme satisfação e um orgulho estar à frente de uma instituição que tanta história já fez para o turismo local e é um exemplo para outras cidades. São 62 anos de um fórum que sempre teve a participação de pessoas voluntárias, engajadas, dispostas, determinadas, sempre objetivando que o turismo local tenha êxito em todas as suas frentes. Que o futuro nos reserve ainda mais sucesso nessa caminhada que teremos daqui para frente”, finalizou Yuri.

 

(AMN).

 

Facebook
Google+
Twitter

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens

ASSOCIADOS

Conheça as vantagens

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Carrossel de imagens